Artigos Técnicos

Artigos de autoria do Eng. Adeval Antonio Meneghesso, diretor superintendente da Italtecno do Brasil, publicados na Revista Corrosão & Proteção, um veículo de comunicação da Associação Brasileira de Corrosão – ABRACO, editada pela Aporte Editorial que autorizou a divulgação do compêndio publicado de 2006 a 2009.

Contato com o autor
Eng. Adeval Antonio Meneghesso

6ª Etapa – Coloração Eletrolítica da Camada de Anodização

Esta parte do artigo irá tratar dos processos mais comuns de eletrocoloração da camada de anodização, que utilizam íons metálicos de estanho, níquel, cobalto e outros para esse fim.

Coloração eletrolítica da camada de anodização com sais de cobalto Este sistema é conhecido pela marca registrada “Anolok”.

Consiste em um banho de sal de cobalto que propicia tonalidades de coloração agradáveis. No que diz respeito às tonalidades médias escuras, estas são quase similares às cores obtidas com sais de níquel e de estanho.

As cores claras, entretanto, são difí- ceis de reproduzir devido a sua aparência meio rosada.

Clique para ver o artigo completo

7ª Etapa – Coloração Eletrolítica da Camada de Anodização

Esta parte do artigo irá tratar de processos inovadores, detentores das atualizações tecnológicas mais recentes em eletrocoloração da camada de anodização, utilizando íons metálicos de Sn para esse fim.

Cores, inovações, Multicolor Recentemente, uma nova tecnologia de coloração para camadas de anodização, abrangendo todo o espectro de cores, foi apresentada ao mercado mundial do alumínio.

Esta nova tecnologia atende à coloração da camada anódica nas tonalidades das cores Aço Inox, Cinza, Azul, Verde, Amarela e Púrpura.

Clique para ver o artigo completo

8ª Etapa – Tecnologia da selagem de camadas anódicas

Esta parte do artigo trata dos processos que conferem a garantia de resistência ao meio ambiente.

Introdução As selagens de camadas anódicas foram originalmente obtidas de forma empírica.

Qualquer pessoa que tenha manuseado uma camada anódica não selada sabe que ela tem uma superfície altamente absorvente.

Antigamente, as peças sofriam simplesmente uma lavagem a quente para secagem fora da linha de produção.

Descobriu-se, então, que as peças continham marcas de dedos, manchas de tintas, etc. Assim foi feita uma investigação mais sistemática das variáveis da selagem, tornando-se evidente que os parâmetros de temperatura, tempo e pH eram significativos.

Clique para ver o artigo completo

9ª Etapa – Controle de Qualidade

Esta parte do artigo irá tratar dos ensaios para avaliação da qualidade e da conformidade das camadas anódicas.

Introdução A avaliação é definida através das normas da ABNT, conforme segue.

Anodização para fins arquitetônicos A NBR 12609 – Alumínio e Suas Ligas Tratamento de Superfície – Anodização para fins Arquitetônicos – Requisitos, fixa os requisitos mínimos de qualidade e os ensaios de conformidade das camadas anódicas para aplicações arquitetônicas.

Clique para ver o artigo completo

ESCRITÓRIO


FÁBRICA