PROCESSO DE ANODIZAÇÃO DO ALUMÍNIO E SUAS LIGAS – PARTE 5


Imagem

PROCESSO DE ANODIZAÇÃO DO ALUMÍNIO E SUAS LIGAS – PARTE 5

Processos mais comuns de eletrocoloração da camada de anodização que utilizam íons metálicos de Sn, Ni e Co para esse fim.

ESTA PARTE DO ARTIGO trata do processo de eletrocoloração da camada de anodização, utilizando para essa finalidade íons de Estanho metálico.

Mecanismo da Coloração Eletrolítica Do ponto de vista prático, tem sido demonstrado que a coloração é obtida pela deposição de partículas de metal no fundo dosporos da camada de óxido. A intensidade da cor é função da difusão da luz na camada de óxido que contém partículas de metal em seus poros. Quanto maior o tempo de coloração, maior será a deposição de metal nos poros da camada de óxido e, consequentemente, a intensidade da cor será mais escura, devido a menor reflexão da luz. Esta é a razão pela qual os vários metais usados (Sn2+, Ni2+, Co2+) proporcionam quase a mesma faixa de cores, que vai do bronze claro até o preto, com exceção do cobre, que tem sua própria tonalidade intrínseca (vermelha) e que proporciona cores que vão do rosa ao grená até a cor preta.

Clique para ver o artigo completo

ESCRITÓRIO


FÁBRICA